Premiado, livro sobre cinema e literatura da Amazônia será lançado em Belém

Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

O livro “Antropologia e filosofia: experiência e estética na literatura e no cinema da Amazônia”, de Relivaldo Pinho, será lançado na próxima sexta-feira (05) no estande da Universidade federal do Pará (UFPA), na Feira Pan-Amazônica do Livro.
A obra de Relivaldo, que é doutor em Ciências Sociais (Antropologia) e professor do Mestrado em Comunicação, Linguagens e Cultura da Unama foi vencedora da edição de 2012 do Prêmio Bendito Nunes de Teses de Doutorado e será publicada pela Editora da Universidade Federal do Pará (ed.ufpa).
No livro são estudadas as obras “Belém do Grão Pará”, de Dalcídio Jurandir, “Altar em chamas”, de João de Jesus Paes Loureiro, “Os Éguas”, de Edyr Augusto, e os filmes “Um dia qualquer”, de Líbero Luxardo, “Ver-o-Peso”, de Januário Guedes, Peter Roland e Sônia Freitas e “Dias”, de Fernando Segtowick.
Unindo Antropologia e Filosofia a partir, principalmente, das teorias do antropólogo norte-americano Clifford Geertz e do filósofo alemão Walter Benjamin, o prefácio do livro é assinado pelo professor Ernani Chaves. Para ele, “o que aguarda o leitor nas páginas que se seguem é, antes de mais nada, o resultado de um trabalho de pesquisa, em vários aspectos, extraordinário. O resultado de uma longa convivência do autor com o seu tema”.
Ainda de acordo com Ernani, Relivaldo Pinho “se situa na tradição daqueles que tomam a cidade como objeto, mas também como companheira e amante, tentando, de algum modo, desnudá-la. O estranhamento do familiar. O que corresponde, em Walter Benjamin, ao duplo movimento de imersão no objeto para que, depois, possamos tomar em relação a ele a ‘distância certa’”, explica.

Belém contemporânea em destaque

Capa da edição brasileira de Os Éguas. Crédito: Arquivo pessoal
Capa da edição brasileira de Os Éguas, um dos livros analisados por Relivaldo. Crédito: Arquivo pessoal

Para o autor, o estudo não poderia “ignorar a urbanidade – sua representação – que se ergueu e se ergue e a decadência que a acompanhou e a acompanha, naquilo que se imaginou/imagina ser o paraíso perdido, a Paris nos trópicos, ou se pensa ser exemplo de ‘moderno/contemporâneo’”.
As reflexões sobre a Belém contemporânea e urbana de Relivaldo vão além do livro e outros artigos: o escritor também coordena o grupo de pesquisa “Comunicação, Antropologia e Filosofia: estética e experiência na comunicação visual, audiovisual e literária urbana da contemporaneidade de Belém do Pará”, na Unama.
A pesquisa parte da ideia central de que essa comunicação visual, que pode se situar em anúncios publicitários, fachadas, vitrines de lojas, prédios comercias etc., se relaciona com o espírito contemporâneo e essa relação se dá de modo contextual e não mecânico entre características econômicas e estéticas, ou entre a experiência contemporânea e a estética comunicacional com a qual ela se liga. Como produto final das pesquisas está sendo produzido um livro e um documentário sobre as temáticas. O vasto acervo de imagens, textos e informações do projeto está disponível no blog.

O autor
Relivaldo Pinho é doutor em Ciências Sociais (Antropologia) pela Universidade Federal do Pará (UFPA) e mestre em Planejamento do Desenvolvimento (NAEA/UFPA), possui graduação em Comunicação Social. Atualmente é professor do Curso de Comunicação Social e do Mestrado em Comunicação, Linguagens e Culturada Universidade da Amazônia (Unama). Autor dos livros Mito e modernidade na ‘Trilogia amazônica’, de João de Jesus Paes Loureiro (NAEA/UFPA, 2003); Amazônia, cidade e cinema em ‘Um dia qualquer e ‘Ver-o-Peso: ensaio” (IAP, 2012) e organizador do livro Cinema na Amazônia: textos sobre exibição, produção e filmes (CNPq, 2004).

O curta Ver-o-Peso é um dos analisados em “Antropologia e filosofia: experiência e estética na literatura e no cinema da Amazônia” e em “Amazônia, cidade e cinema em ‘Um dia qualquer’ e ‘Ver-o-Peso’: ensaio” (IAP, 2012)

Serviço
Livro “Antropologia e filosofia: experiência e estética na literatura e no cinema da Amazônia”, de Prof. Dr. Relivaldo Pinho
Quando? Sexta-feira (05), 18h
Onde? Estande da UFPA, na Feira Pan-Amazônica do Livro (Av. Dr. Freitas, s/n – Marco, Belém)
Mais informações: Editora Ufpa: 3201-7994/ relivaldopinho@gmail.com

Enderson Oliveira, com informações da Divulgação

2 thoughts on “Premiado, livro sobre cinema e literatura da Amazônia será lançado em Belém

Deixe uma resposta